loja virtual de artesanato

Como montar uma loja virtual de artesanato em 7 dicas

Se é um guia sobre como montar uma loja virtual de artesanato que você procura, chegou ao lugar certo.

Neste artigo, em sete passos, você vai descobrir como fazer do seu sonho um negócio bem-sucedido.

Para isso, planejamento, estratégia e criatividade são palavras-chave.

Pronto para encantar o público e vender muito?

Como montar uma loja virtual de artesanato: passo a passo

Já que não há como montar uma loja virtual de artesanato sem planejar, vamos ao que interessa.

No passo a passo a seguir, estão os principais pontos de atenção para entrar nesse mercado arrasando.

1. Defina que forma de artesanato vai vender

Logo de cara, você tem como compromisso uma decisão importante, que pode definir o sucesso ou o fracasso da sua ideia empreendedora.

Artesanato, como você deve saber, é um mercado muito amplo.

Uma loja que venda esse tipo de produto pode ter as mais variadas peças, produzidas com inúmeros materiais, destinadas a aplicações diversas.

Tem artesanato de decoração de casa, de quarto infantil e de eventos, como formaturas e casamentos.

Também itens personalizados, tanto utilizados no dia a dia quanto outros que servem como brinde de empresas.

Isso sem falar na pegada sustentável, com artigos produzidos a partir de materiais recicláveis.

Você até pode tentar vender tudo isso, mas vai bater de frente com as grandes redes que já fazem isso.

A melhor estratégia é escolher um nicho de mercado e centrar esforços nele.

2. Busque inspiração no mercado

A escolha do tipo de artesanato que vai vender em sua loja virtual deve se valer de uma análise de mercado.

Esse é um estudo que você faz para conhecer seu público-alvo, descobrir fornecedores e também observar as práticas da concorrência.

Sobre esse último aspecto, não confunda com espionagem.

A estratégia aqui se chama benchmarking e consiste em verificar o que funciona melhor junto ao seu perfil de cliente.

Vale para produtos de artesanato, formas de atendimento e tudo aquilo que se encaixa nos interesses ou necessidades do público.

3. Organize suas ações em um plano de negócios

Você deve listar tudo o que sua ideia precisa para virar uma loja virtual de artesanato de verdade.

Ao fazer esse exercício, talvez se assuste com a quantidade de tarefas que deve cumprir antes de começar a vender de fato.

É por isso que você precisa de organização e planejamento.

Um plano de negócios é um instrumento de gestão empresarial utilizado para definir as ações, seus prazos e os responsáveis pela execução para tirar a empresa do papel.

Assim, ele é fundamental não apenas para a sua introdução no mercado, mas também para manutenção nele.

As definições passam por uma série de questões, como as que relacionamos agora:

  • Onde vai comprar os produtos para revender?
  • Onde e como eles serão armazenados?
  • De quanto dinheiro você precisa para iniciar a loja?
  • Como será o site de vendas?
  • Qual opção de frete escolher?
  • Onde divulgar os produtos?
  • Como cobrar os clientes e que formas de pagamento aceitar?

A lista deve ser muito maior do que essa. A cada resposta, você define uma ação e categoriza a sua urgência.

É o que vai ajudar a definir prioridades.

4. Abra uma empresa

Você pode achar que não precisa de um negócio formal, que dá para vender como pessoa física em qualquer site na internet.

Em uma comparação fácil de entender, seria como viver de bicos, de forma até amadora.

Se você quer aprender como montar uma loja virtual de artesanato e mira uma negócio de verdade, precisa registrar uma empresa.

Com o CNPJ em mãos, pode abrir sua conta bancária como pessoa jurídica, emitir notas fiscais eletrônicas e negociar com melhores opções de fornecedores.

Vale consultar um contador para não deixar de atender nenhuma exigência legal ou atrasar seu projeto por isso.

Até mesmo no município no qual a empresa for registrada pode haver alguma regra específica.

Que tal colocar essas dicas em prática na sua própria loja virtual?

Sempre lembrando que, mesmo sendo uma loja online, você precisa de um endereço físico para, pelo menos, fazer a gestão de estoque.

5. Crie uma marca, não apenas uma loja

Seguindo uma abordagem mais profissional para a sua loja virtual de artesanato, é importante que não se limite a abrir uma empresa, mas faça dela uma marca forte.

Tudo começa pela escolha do nome, que deve aparecer no domínio do seu site, ser de fácil lembrança para o consumidor e causar uma impressão positiva.

Também a personalidade da marca passa pela criação de uma identidade visual própria.

Sabe aquele logotipo que você vê e logo o associa a uma marca? Sua loja precisa de um, assim como deve ser reconhecida por suas cores e até pela tipografia utilizada.

Tudo isso deve aparecer nas peças de comunicação e nas ações de marketing.

6. Faça marketing

Fazer marketing significa encontrar formas de se conectar com o seu público.

Não dá para depender de indicações, por mais promissora que seja a propaganda boca a boca.

Sua loja virtual tem que ser encontrada no Google, estar presente nas redes sociais e aparecer em sites visitados pelas pessoas que se interessam por artesanato.

Só não jogue dinheiro fora.

Invista nas estratégias de marketing que melhor combinam com as características do seu perfil de cliente.

Para isso, leve em conta aspectos como a sua localização, gênero, idade, renda, o que gosta, o que procura e os canais que utiliza para consumir informações sobre produtos.

7. Aposte na personalização

Artesanato sempre lembra peças únicas e exclusivas.

As pessoas gostam de levar para casa algo que não encontram em qualquer lugar.

Depois de ter um nicho bem definido, se souber identificar o que mais cai no gosto do público, falta só personalizar o atendimento.

Pense na experiência do cliente como um todo.

Já que ele não pode tocar nas peças, garanta fotos em alta resolução, que ele possa visualizar com um bom zoom.

Esteja disponível em canais variados, garanta um retorno rápido para dúvidas, elogios e reclamações.

Enfim, faça ele se sentir especial por encontrar na sua loja exatamente o que procura e ter uma compra fácil e prazerosa.

No mercado do artesanato online, não há diferencial competitivo mais poderoso do que esse.

Loja online de artesanato é uma boa?

São 10 milhões de pessoas envolvidas com artesanato no Brasil, em um mercado que fatura R$ 50 bilhões por ano.

Ou seja, ao mesmo tempo em que é um negócio claramente rentável, é também muito disputado.

Mas a grande sacada ao aprender como montar uma loja virtual de artesanato é justamente apostar em uma empresa e em uma marca.

Não é novidade para ninguém que grande parte daqueles que vendem esse tipo de produto estão nas ruas, em feiras, também em briques online, mas quase sempre de maneira informal.

Fica difícil para eles atender a clientes um pouco mais exigentes, como aqueles que pedem nota fiscal ou desejam comprar em maior quantidade.

É por isso que, ao decidir ter um negócio de verdade, você dá um importante passo para ser bem sucedido.

Sua loja virtual de artesanato no ar em 15 minutos

Depois de descobrir como montar uma loja virtual de artesanato, o que está esperando para concretizar esse sonho?

Experimente a Boxloja e veja porque ela é a ferramenta ideal para criar seu projeto.

A partir deste link, você pode testar a plataforma gratuitamente e começar a vender em apenas 15 minutos.

Gostou da ideia? Então, a hora é agora!

Aproveite para deixar seu comentário e compartilhar este artigo em suas redes sociais!

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Envie este artigo para um amigo...

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest

Achamos que você vai se interessar também...