Sistema de pagamento: qual é o melhor para sua loja virtual?

Sistema de pagamento: qual é o melhor para sua loja virtual aumentar as vendas?

Diante de tantas opções diferentes, o empreendedor digital corre o risco de se confundir quanto à escolha do melhor sistema de pagamento para sua loja virtual. O problema é que, para o cliente, esse é um momento crucial: a hora de fechar negócio. E qualquer erro nessa etapa pode fazer com que ele desista da compra ou se sinta inseguro.

Mas pode ficar tranquilo que vamos simplificar esse processo. Reunimos neste post as maneiras mais populares para você definir o sistema de pagamento adequado ao seu e-commerce. Tá esperando o quê para reduzir o abandono de carrinho, bombar suas vendas e ainda aumentar a sensação de segurança dos seus clientes? Confira!

1. Estude seu público

Você sabe qual é o seu principal produto, você oferece um preço justo e sua página está pronta para receber a clientela. Mas quem são essas pessoas?

Primeiramente, é preciso estudar suas personas para depois decidir o método de pagamento indispensável para esse público. Por isso, antes de avaliar os formatos, tente responder a estes questionamentos:

  • Quem é seu cliente, a qual classe pertence e qual sua estimativa de renda mensal?
  • Quais páginas ele costuma acessar, seguir e comprar na web?
  • Ele tem poder de compra para realizar um pagamento à vista ou depende da acessibilidade do parcelamento?

Empoderamento do cliente

Por falar em consumidor, lembre-se de que hoje ele tem o poder em mãos — literalmente, já que faz suas compras na maior parte das vezes, pela tela do próprio celular. Certamente, ele busca tal comodidade também na hora de pesquisar onde comprar.

Atraí-lo até o seu site já representa meio caminho andado na jornada digital. Portanto, de nada adianta investir em um layout impecável e oferecer preços imbatíveis caso a sua proposta não inclua o que esse consumidor precisa para finalizar a aquisição.

2. Ofereça um sistema de pagamento diversificado

A internet, por si só, já é popular e democrática. E, obviamente, expandir seu leque de opções de pagamento viabiliza uma abrangência maior da clientela.

Por isso, quando você disponibiliza múltiplas formas, está automaticamente preparando seu comércio para receber uma parcela maior de possíveis consumidores, em detrimento de um sistema de pagamento limitado.

Facilidade

De fato, quando entramos em uma loja física que não aceita cartão de débito ou crédito, costumamos sair de mãos vazias, não é mesmo?

Da mesma forma, na loja online, a intenção é possibilitar maior facilidade, o que implica diretamente em elevar a autoridade de escolha do consumidor.

Existem várias ferramentas formidáveis que garantem facilidades também para que você, empresário, se sinta bem amparado e obtenha sucesso no universo digital. Mas você entende, por exemplo, o que é um Gateway? Então continue a leitura para aprender alguns termos imprescindíveis.

3. Conheça a importância de cada tecnologia

Gateway é uma ferramenta que se comunica com os cartões para verificar se o comprador tem saldo para finalizar a compra. Por meio deles, a venda é bloqueada ou liberada em caso positivo.

A importância dos gateways é manter seu cliente dentro do seu site, evitando que ele precise digitar as informações de pagamento em outra página, o que pode quebrar a confiança do mesmo. Além disso, o ideal é fornecer a resposta de aceitação imediata, em vez de deixar o cliente esperando alguns dias para saber se a transação foi aprovada.

Você pagará algumas tarifas para incluir essa tecnologia em sua loja virtual como taxas de ativação e análise antifraude. Mas vale a pena considerar tal facilidade em prol da sua tranquilidade, bem como da segurança do seu cliente.

Que tal colocar essas dicas em prática na sua própria loja virtual?

Intermediários

Já os intermediários são empresas que direcionam o usuário ao site do banco. Eles cuidam da segurança do internauta durante essa etapa. A desvantagem é que o cliente pode estranhar a transição para outra página. Além disso, a empresa intermediária cobra uma taxa para que você possa utilizar o serviço. Você verá alguns exemplos a seguir.

Integração direta

Em contrapartida, com a tecnologia da integração direta, você não precisará de sites intermediários para concluir as vendas, pois esse método possui verificação de saldo automática, tanto no cartão de crédito, quanto no do débito direto online.

É como se você utilizasse uma maquininha de cartão diretamente em seu site. No entanto, sua loja terá gastos devido à responsabilidade pela segurança dos dados do consumidor e, caso não domine o tema, vai precisar de uma equipe de suporte para orientá-lo.

4. Defina os métodos mais atrativos

Você já está ciente da importância de saber para quem você vende para definir as facilidades de pagamento para seu freguês, e também da necessidade de investir em algumas tecnologias para garantir a segurança do mesmo.

Apresentamos agora algumas plataformas populares que já constam com algumas ferramentas integradas para a transferência online, cartão de crédito e débito ou carteira virtual.

Avalie os meios mais interessantes de acordo com suas expectativas:

PagSeguro

Esse é um dos intermediadores mais populares no Brasil e não exige que o cliente seja cadastrado para realizar pagamentos. Com o PagSeguro você pode enviar pedidos de pagamento por e-mail, acrescentar frete e usar seu saldo para quitá-los.

PayPal

O PayPal transfere seu saldo diretamente para sua conta bancária e você pode utilizá-lo tanto para pagar quanto para receber. Suas taxas são relativamente baratas e é bastante utilizado por lojistas digitais e internautas no mundo todo.

Moip

O Moip também é um parceiro nacional e possui um nível elevado de certificação de credibilidade. Além disso, ele antecipa os recebíveis, ou seja: seu cliente pode parcelar a compra em várias vezes, mas você recebe o valor integral em até 14 dias após a venda.

B-Cash

O B-cash possui vários cartões de crédito atrelados e vários plug-ins para instalação em blogs, como o WordPress, por exemplo, que simplifica sua implementação.

Mercado Pago

O Mercado Pago tem botões de pagamento que não demandam muito conhecimento técnico. Outra vantagem é poder receber o montante rapidamente, em até 2 dias, dependendo dos critérios pessoais do cadastro do usuário. Ele também permite o parcelamento sem juros, não tem mensalidade e nem taxa de adesão.

Agora você já conferiu várias formas de pagamento e pode escolher a melhor opção de pagamento para sua loja virtual ser bem sucedida, mas não se esqueça de conferir as tarifas e condições de cada empresa que citamos antes da contratação deste tipo de serviço.

Você gostou desse artigo? Aproveite para nos contar sua opinião deixando seu comentário.

Deixe uma resposta

Envie este artigo para um amigo...

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest

Achamos que você vai se interessar também...

Consultoria grátis?

Receba semanalmente as dicas dos nossos experts em comércio eletrônico.

Prometemos nunca enviar SPAM.