como criar uma loja virtual grátis com domínio e pagseguro

Como criar uma loja virtual: Grátis, Domínio Próprio e PagSeguro

Quer aprender como criar uma loja virtual e começar a vender em poucos dias?

Então você está com sorte, pois encontrou o guia mais completo para montar sua loja de um jeito fácil, rápido e eficiente.

É bom não perder o embalo: o e-commerce está em pleno crescimento no Brasil. A recuperação econômica pode trazer ainda mais oportunidades para as vendas online.

Se antes o brasileiro tinha receio das compras em lojas virtuais, principalmente por conta dos meios de pagamento, hoje já existem 27,4 milhões de e-consumidores ativos (Ebit|Nielsen).

Para os empreendedores, as vantagens são inúmeras, desde a redução dos custos de operação até a possibilidade de alcançar consumidores em qualquer lugar do Brasil – e do mundo.

Enquanto o cliente ganha com os preços atrativos, praticidade na compra e conforto de receber o produto em casa, o lojista ganha novas possibilidades de lucro e crescimento, para além dos limites do comércio físico.

Se você quer fazer parte desse universo em expansão, chegou a hora de abrir seu ponto de venda na internet com nosso conteúdo exclusivo:

  • Vale a pena criar uma loja virtual?
  • Como criar uma loja online do zero: passo a passo
  • Como montar um e-commerce grátis
  • Como criar loja online com domínio próprio
  • Como criar um negócio digital com PagSeguro
  • Melhor site para criar loja virtual.

Está pronto(a) para dominar a criação de lojas virtuais? Então preste atenção na leitura.

vale a pena criar uma loja virtual?

Vale a pena criar uma loja virtual?

Antes de aprender como criar loja virtual, é preciso decidir se vale a pena se aventurar nos negócios digitais.

Para isso, nada melhor do que conferir as principais estatísticas que mostram a situação do comércio eletrônico no Brasil e no mundo.

Apesar da instabilidade de 2018, impulsionada pela greve dos caminhoneiros no final de maio, o e-commerce surpreendeu ao retomar seu fôlego.

Segundo o relatório Webshoppers 2018, um dos estudos com maior credibilidade sobre o comércio eletrônico e lojas virtuais no Brasil, o crescimento no primeiro semestre foi de 12,1%.

Ao todo, o faturamento foi de R$ 23,6 bilhões, com um tíquete médio de R$ 433.

Já no período da Black Friday, na última sexta-feira de novembro, os resultados foram 23% melhores do que em 2017, segundo dados da Ebit|Nielsen, publicados na Época Negócios.

Durante as promoções, o tíquete médio do brasileiro atingiu R$ 608, um número 8% maior em relação ao ano anterior.

Expectativa de crescimento

Os resultados foram acima do esperado e provaram que o comércio digital brasileiro está consolidado. Há excelentes perspectivas de crescimento para o futuro.

Como já mostrava a pesquisa da PwC, divulgada na IstoÉ, quase sete a cada 10 brasileiros já compram regularmente em lojas virtuais.

De acordo com o sócio da PwC Ricardo Neves, a tendência se confirma no mundo inteiro, com as compras online disparando a cada ano.

De fato, o gráfico do portal de estatísticas Statista mostra um crescimento vertiginoso do comércio digital de 2014 a 2018.

Só em 2018, as vendas online renderam US$ 2,8 trilhões no mundo, com expectativa de atingir US$ 4,8 trilhões até 2021.

Enquanto isso, no Brasil, 74% da população já tem acesso à internet, de acordo com o Inclusive Internet Index 2018.

O cenário não poderia ser mais promissor, e os empreendedores digitais só têm a ganhar ao entender como criar uma loja virtual.

vantagens das lojas virtuais

Vantagens das lojas virtuais

Além do crescimento vertiginoso em faturamento e consumidores, o comércio online oferece inúmeras vantagens.

Confira algumas das principais:

Alcance ilimitado no mercado

A internet supera as barreiras geográficas e permite que você alcance públicos mais amplos, muito além da capacidade de uma loja física.

Sua única limitação será a área coberta pelas entregas e eficiência logística, que determinam o quão longe seu e-commerce pode chegar.

Custos operacionais reduzidos

Os custos operacionais são consideravelmente menores para criar uma loja virtual e manter seu funcionamento.

Isso porque uma loja física possui despesas como contratação de funcionários, impostos, aluguel do imóvel, móveis, manutenção e outros gastos que encarecem o preço final do produto.

Assim, a loja online custa muito menos para entrar em operação e ainda viabiliza preços menores para atrair clientes.

Rapidez e praticidade na inauguração

Enquanto uma loja física pode demandar meses de planejamento, a loja virtual pode ser concluída em dias ou semanas.

Muitos empreendedores se perguntam como criar loja virtual, e o processo é muito mais simples do que se imagina.

A agilidade é uma grande vantagem para o empreendedor que deseja iniciar seu negócio o quanto antes, com o máximo de praticidade.

Disponibilidade 24/7

Na loja online, os produtos ficam disponíveis 24 horas por dia, sete dias por semana, permitindo que os clientes comprem a qualquer hora.

Essa disponibilidade é decisiva para manter a consistência nas vendas e aumentar os lucros da loja.

Valorização dos produtos

Os produtos cadastrados na loja virtual possuem descrições mais completas, avaliações de usuários e informações valiosas para os consumidores.

O formato online permite que você valorize o produto. Você pode criar promoções e investir em estratégias de marketing para alavancar as vendas.

Facilidade de gestão

É muito mais fácil gerenciar uma loja virtual do que uma loja física. Existem sistemas completos que oferecem inúmeras funcionalidades em poucos cliques.

Com os relatórios, é possível identificar facilmente os produtos mais vendidos, tendências de comportamento dos clientes e oportunidades de vender mais.

Além disso, o empreendedor tem total controle e uma visão panorâmica do seu negócio.

Com todos esses benefícios, não é de se surpreender que o Brasil tenha alcançado 675 mil lojas virtuais em 2018, segundo a pesquisa Perfil do E-commerce Brasileiro do PayPal.

Outro dado interessante é que 82,48% das lojas virtuais são pequenas, com até 10 mil acessos mensais.

Ao mesmo tempo, as lojas grandes (mais de 500 mil usuários mensais) também cresceram, saltando de 0,17% para 7,53% do comércio eletrônico brasileiro.

Isso significa que há muito espaço para novos empreendimentos digitais, e que as oportunidades de crescimento na web são reais.

como criar uma loja virtual passo a passo

Como criar uma loja virtual: passo a passo

Agora que você já tem dados suficientes para tomar a decisão, chegou a hora de aprender como criar uma loja virtual do zero.

Confira nosso guia prático para começar seu negócio digital:

tenha ideias de produtos

1. Tenha ideias de produtos

O primeiro passo do guia de como criar loja virtual é dar asas à imaginação. Você deve sempre pensar nos melhores produtos para vender na internet.

A escolha do produto não deve ser baseada somente em preferências. Existem milhares de opções e mercados a serem estudados antes de decidir.

Se você já trabalha com uma linha específica de produtos, também precisa avaliar qual o desempenho das vendas online. É importante conhecer seus concorrentes e como você pode sair na frente ao migrar seu negócio para a web.

Em ambos os casos, prefira produtos com os quais você já tenha familiaridade e experiência, que não sejam monopolizados por grandes players do comércio eletrônico e que tenham uma boa margem de lucro.

Para acertar na escolha, siga estas dicas:

  • Pesquise outras lojas virtuais do mesmo segmento escolhido
  • Observe as estratégias dos grandes marketplaces, como MercadoLivre, Amazon e Ebay
  • Pergunte aos amigos, familiares e colegas de trabalho se eles comprariam o produto online, ou faça sua própria enquete nas redes sociais
  • Preste atenção ao redor para identificar oportunidades, como demandas de produtos que ainda não estão disponíveis online.

Nessa primeira etapa, você deve listar todos os produtos que vierem à mente e que pareçam viáveis para apostar nas vendas online.

filtre suas ideias

2. Filtre suas ideias

Depois de reunir o máximo de ideias que puder, o próximo passo para criar sua loja virtual é filtrar as possibilidades reais.

Para isso, você deve começar pela segmentação, pois as categorias muito generalistas já são dominadas pelos marketplaces, que possuem ofertas difíceis de competir.

Uma boa dica é avaliar as tendências do mercado, utilizando estudos como o Webshoppers da Ebit|Nielsen e Perfil do E-commerce Brasileiro do PayPal, já mencionados.

Segundo o Webshoppers mais recente, as categorias com maior crescimento em 2018 foram eletrônicos, casa e decoração, saúde/cosméticos e esportes.

As categorias líderes em volume de pedidos são saúde/cosméticos (15%), moda e acessórios (14,5%) e casa e decoração (10,9%).

Em termos de volume financeiro, as campeãs foram telefonia e celulares (18,9%), eletrodomésticos (17,9%) e eletrônicos (11,2%).

De acordo com o PayPal, 2018 marcou o aumento das vendas dos produtos mais baratos, com preço abaixo de R$ 100, que já representam 84,32% das lojas online.

Avalie o potencial

A partir desses dados, é possível avaliar o potencial dos produtos selecionados, bem como pensar em nichos mais promissores.

Outra ferramenta importante para analisar tendências é o Google Trends, que mostra as palavras-chave em alta na internet e revela quais produtos estão em evidência (ou em baixa).

Além disso, você pode usar ferramentas como o SpyFu e SEMRush para analisar o tráfego dos concorrentes e descobrir o nível de competição que vai enfrentar com determinado produto.

Ao estudar o mercado, concorrência e segmentos em alta, você aumenta suas chances de escolher o produto certo e garantir o sucesso das vendas online.

crie sua identidade

3. Crie sua identidade

Após escolher os produtos ou categorias trabalhadas, você já pode criar uma marca exclusiva e dar vida ao negócio.

Há inúmeros profissionais especializados em branding e naming no mercado que podem ajudar nessa tarefa, mas você também tem a opção de escolher por conta própria o nome da loja virtual.

Escolha nomes curtos, objetivos e que podem ser complementados com “shop” ou “store”, por exemplo. Essa estratégia pode facilitar a compra de um domínio exclusivo.

Você pode consultar a disponibilidade dos domínios .br no site Registro.br, por onde já foram registrados quase 4 milhões de sites.

Com o nome escolhido e domínio comprado, chega a hora de criar a marca e identidade visual da empresa – essenciais para destacar sua loja no mercado e transmitir credibilidade aos clientes.

Vale lembrar que a identidade visual é sua fachada na internet. A qualidade estética da loja é fator decisivo para conquistar a confiança do internauta.

cuide dos trâmites legais

4. Cuide dos trâmites legais

Assim como uma loja física, criar uma loja virtual exige o registro legal e obtenção do CNPJ, como qualquer outra empresa.

No Brasil, o comércio eletrônico é regulamentado pelo Código de Defesa do Consumidor e pelo Decreto nº 7962 de 2013, que estabelecem regras para o funcionamento das lojas virtuais.

O registro oficial da empresa deve ser feito em órgãos como a Junta Comercial, Secretaria da Receita Federal e Prefeitura do Município, com normas que variam conforme a região.

Uma das principais obrigações do lojista é manter visíveis as informações sobre produtos, serviços e fornecedores. Além de exibir dados de identificação como CNPJ, endereço físico e eletrônico, telefones e e-mail.

A manutenção de um serviço de atendimento ao consumidor (SAC) também é obrigatória. É necessário respeitar a Lei do Arrependimento, que permite a desistência do produto em até sete dias após a compra.

planeje a estrutura física

5. Planeje a estrutura física

Embora as transações ocorram online, a loja virtual também precisa de uma estrutura física para gestão do negócio.

O ideal é concentrar as atividades administrativas e financeiras do e-commerce em um escritório próprio, cuja localização é indiferente.

O mais importante é definir os espaços físicos de armazenamento dos produtos, de acordo com o tamanho do estoque e operação logística definida junto aos fornecedores.

elabore o plano de negócios

6. Elabore o plano de negócios

Antes de colocar em prática as lições de como criar loja virtual, é importante elaborar um plano para organizar seu negócio.

Esse plano não precisa ser muito complexo, servindo apenas como guia para as próximas etapas e funcionamento da loja online.

Para estruturar seu documento, experimente responder às seguintes perguntas:

  • Quais são as oportunidades e ameaças do mercado?
  • Quais são os pontos fortes e fracos da sua loja virtual?
  • Qual o perfil do seu público-alvo (idade, gênero, classe, hábitos)?
  • Quais são os concorrentes diretos e indiretos?
  • Quais serão as formas de pagamento aceitas?
  • Como serão feitas as entregas da loja?
  • Quem serão os fornecedores?
  • Quais serão os canais de atendimento?
  • Como serão os processos logísticos e de produção?
  • Quais recursos humanos e financeiros são necessários à loja?
  • Quais os custos iniciais de operação e capital de giro necessário?
  • Quais serão as ferramentas de marketing utilizadas na divulgação?

Assim, você terá um plano conciso com as principais variáveis envolvidas na criação da loja virtual, para evitar imprevistos após o lançamento.

crie sua loja virtual

7. Crie sua loja virtual

Enfim, chegou o momento mais esperado: criar sua loja virtual e lançar o mais novo ponto de venda online.

Você já tem tudo o que precisa: nome, domínio, identidade visual, plano de negócio, produtos, empresa aberta.

Só falta a plataforma.

Há basicamente três formas de apresentar uma loja online:

  1. Por meio de um site próprio;
  2. Em um shopping virtual (marketplaces);
  3. Escolher e configurar o e-commerce a partir de uma plataforma.

O site próprio é a escolha mais trabalhosa e com maior custo. É necessário contratar desenvolvedores, serviço de hospedagem, servidores, certificados de segurança e outros recursos indispensáveis à construção de uma plataforma do zero.

Com o avanço do e-commerce, surgiram diversas opções de plataformas para criação de lojas virtuais que oferecem modelos prontos e fáceis de configurar.

Em vez de fazer parte de um shopping virtual (marketplaces) e disputar a atenção dos usuários com outras inúmeras lojas, você tem a opção de criar sua loja online em plataformas que oferecem um espaço exclusivo.

Assim, você pode lançar seu negócio rapidamente e começar a vender em poucos dias.

Se você é novo(a) nesse universo, não se preocupe: vamos explicar tudo sobre o funcionamento das plataformas. Nós vamos te ensinar como criar loja virtual em poucos cliques.

como montar loja virtual grátis

Como montar loja virtual grátis

Sabia que é possível montar uma loja virtual totalmente grátis?

É claro que as plataformas gratuitas não oferecem uma grande variedade de recursos, mas são uma opção para pequenos comércios.

A Woo Commerce, por exemplo, é a plataforma de código aberto para e-commerce mais famosa da internet, criada pelo WordPress.

A solução permite que os usuários transformem sites do WordPress em lojas virtuais, exigindo certo conhecimento prévio para configurar os recursos.

Outra opção é a OpenCart, que oferece mais de 2.700 temas e já conta com cerca de 500 mil lojas.

Já a PrestaShop possui um fórum com mais de 850 mil usuários, que colaboram entre si para desenvolver suas lojas virtuais.

Embora não cobrem pelas lojas, essas plataformas limitam os recursos gratuitos e demandam mais tempo e habilidad e para a criação do site.

Felizmente, é possível ir além e ter uma loja virtual própria com baixo investimento e muito mais benefícios, como você vai descobrir agora.

como montar loja virtual com domínio próprio

Como criar loja virtual com domínio próprio

Não basta ter um endereço qualquer na internet, é preciso saber como criar loja virtual com domínio próprio.

Isso porque o domínio é a credibilidade da sua loja. O domínio é o endereço oficial com sua marca que transmite segurança e confiança ao cliente.

Afinal, uma loja com endereço do tipo www.shoppingxyz.com/loja/minhaloja deixa o usuário em dúvida sobre a seriedade da empresa, pois traz um aspecto amador ao negócio.

Logo, você precisa de um domínio para chamar de seu, do tipo www.minhaloja.com.br, fácil de divulgar e assimilar.

Que tal colocar essas dicas em prática na sua própria loja virtual?

Já ensinamos como usar o Registro.br — agora só falta encontrar uma plataforma onde você possa vincular seu domínio.

A Boxloja, por exemplo, é uma plataforma completa para lojas virtuais que deixa você utilizar seu domínio personalizado.

Assim, você aproveita todas as funcionalidades da plataforma e ainda pode deixar a loja com a sua cara. Não haverá palavras inconvenientes atrapalhando seu endereço da web.

como montar loja virtual com pagseguro

Como criar loja virtual com PagSeguro

Outra preocupação do empreendedor digital é como criar loja virtual com PagSeguro, um dos métodos de pagamento mais utilizados na internet.

O PagSeguro é, na realidade, um intermediador de pagamentos, assim como Paypal e Mercado pago.

Essas ferramentas permitem que você receba o dinheiro das vendas pagas em cartão de crédito, boleto bancário, depósito em conta, débito online e outros meios.

Por meio do PagSeguro, os clientes têm acesso a mais de 25 meios de pagamento! Além disso, é possível parcelar suas compras em até 12 vezes, o que é um grande atrativo na loja virtual.

Segundo uma pesquisa realizada pela Atlas E-commerce em parceria com o Moip, publicada no E-commerce Brasil, 73,44% das compras feitas no comércio eletrônico brasileiro são pagas com cartão de crédito.

Em segundo lugar, vêm as compras com boleto bancário com 20% das transações.

É notável que o brasileiro prefere usar o cartão de crédito pela facilidade de parcelamento, mas não podemos nos esquecer de que o boleto bancário inclui a parcela da população que não possui conta bancária.

De todo modo, é fundamental que, ao criar sua loja virtual, você considere as mais variadas formas de pagamento.

Novamente, a Boxloja é uma excelente escolha. O sistema oferece integração com os principais intermediadores de pagamento do mercado: PagSeguro, Paypal, Moip e Mercado Pago.

Assim, sua loja já vem equipada com as ferramentas para pagamento, e você nem precisa se preocupar com o recebimento do dinheiro.

melhor site para criar loja virtual

Melhor site para criar loja virtual

Depois de todas essas dicas, você já deve imaginar qual é o melhor site para criar loja virtual.

É claro que o escolhido é a Boxloja, uma plataforma descomplicada e cheia de recursos úteis para alavancar suas vendas.

O grande diferencial é que a Boxloja foi desenvolvida por lojistas para lojistas. O foco da empresa é descomplicar as vendas online dos pequenos negócios.

Esqueça a burocracia de construir plataformas que exigem manutenção, altos custos e mudanças constantes. Não se contente com plataformas gratuitas que limitam seu crescimento.

Ao invés de ter dores de cabeça, você pode simplesmente criar sua loja virtual e configurar tudo em 15 minutos. Não é preciso ter conhecimento técnico ou contratar um programador.

Além disso, a Boxloja permite que você teste todos os recursos por 15 dias. Não há amarração contratual e você pode cancelar o contrato a qualquer momento.

A plataforma oferece dois tipos de planos, com preços simples e sem surpresas:

  • Plano Iniciante, no valor de R$ 19,90 mensais
  • Plano Avançado, no valor de R$ 29,90 mensais.

Em resumo, a Boxloja é perfeita para quem está começando um negócio digital, quer levar seu negócio para a web ou já vende online, mas não possui loja própria.

Em todos os casos, a plataforma encurta – e muito – o caminho para o sucesso nas vendas online.

Exemplos de lojas virtuais criadas

Se você ainda tem dúvidas sobre como criar loja virtual e começar a ganhar dinheiro, confira os exemplos de lojas virtuais criadas com a Boxloja.

Vamos aos cases de sucesso:

Cka Presentes

A Cka Presentes é uma loja virtual fundada em 2011 pela empresária Claudia Arrighi, que oferece produtos diferenciados e de ótima qualidade.

Entre os itens comercializados, estão caixas personalizadas, brindes para eventos sociais, objetos de decoração, flores e kits para festas.

A proprietária sempre teve o cuidado de cumprir os prazos de entrega rigorosamente e priorizar a satisfação dos clientes, por isso escolheu a Boxloja para montar seu negócio.

Segundo o depoimento da Claudia, a Boxloja surpreende pela praticidade. A plataforma não exige nenhum tipo de conhecimento para montar uma loja completa e funcional.

Nas palavras dela:

Com a minha loja na Boxloja, minha marca ficou mais profissional, por ter site próprio, com maior divulgação, com estilo próprio, tenho a certeza que meus clientes podem comprar com total segurança.”

Mariane Joias

A Mariane Joias foi idealizada pela Mariane Borges, que já trabalhava com semijoias sofisticadas e queria ampliar seu negócio na internet.

No final de 2018, ela resolveu montar seu e-commerce com a Boxloja, com o objetivo de aumentar as vendas.

Sozinha, ela conseguiu configurar toda a loja e está satisfeita com os resultados, pois recebeu suporte técnico constante da equipe.

“Sempre recebi um atendimento impecável e rápido do suporte, toda dúvida que eu tinha, eu entrava em contato e eles estavam à disposição.” – conta Mariana em seu depoimento.

Hoje, a loja está cada vez mais completa, e a empreendedora comemora suas conquistas.

Blackbook Ateliê-shop

A Blackbook é uma das poucas lojas especializadas em materiais para graffiti e arte de rua. A empresa escolheu a Boxloja para tornar real o sonho de conquistar a internet.

O empreendedor Patrick Toledo oferece as melhores marcas importadas e nacionais aos seus clientes, que são principalmente artistas e organizadores de eventos.

Para atender a um público tão específico com eficiência, ele escolheu a Boxloja pela facilidade de customização e estabilidade.

Ele também ressalta a importância do diálogo fácil e comunicação constante com a equipe da plataforma, que transmite mais segurança aos lojistas.

Nas palavras dele:

“A confirmação automática de pagamento agiliza bastante o dia a dia, assim como a edição em massa que facilita demais as mudanças. E principalmente o fato de não ter problemas e dor de cabeça faz com que o trabalho seja otimizado.”

Recursos para criar sua loja virtual

Agora que você já conhece a opinião dos lojistas sobre os serviços da Boxloja, vamos ao que interessa: os recursos para criar sua loja virtual.

Confira as principais funcionalidades que tornam a Boxloja a melhor opção:

Marketing

O marketing é decisivo para qualquer loja virtual. O marketing digital, especificamente, merece uma atenção especial por gerar tráfego para seu site e atrair clientes na web.

Para isso, existem inúmeras estratégias de divulgação online, desde as clássicas promoções e descontos até e-mails marketing e redes sociais.

Para ajudar você a promover seu negócio online, a Boxloja já inclui todos esses recursos:

  • Cupons de desconto: podem ter valor fixo, percentual ou frete grátis, de acordo com a estratégia.
  • Programa de fidelidade: são os famosos pontos acumulados a cada compra que geram clientes fiéis e engajados.
  • Avaliação dos produtos: você pode filtrar as avaliações e mostrar aos seus clientes a qualidade comprovada por outros compradores.
  • SEO: a otimização para buscadores ajuda você a ser encontrado pelo Google, a partir de palavras-chave e estruturas específicas.
  • Promoções: você também pode lançar promoções e oferecer descontos na hora que quiser.
  • Programa de afiliados: contrate afiliados para divulgar seus produtos e tenha controle das visitas e pedidos que vierem através de seus links.
  • Banners: utiliza banners atrativos para promover seus produtos e promoções.
  • Newsletter e e-mail marketing: crie uma base de e-mail de todos os seus clientes e envie campanhas de e-mail marketing e newsletters automaticamente.
  • Redes sociais: você pode cadastrar as suas redes sociais e aumentar seus fãs.
  • Pop-up anti-saída: o pop-up exclusivo convida seu cliente a assinar a newsletter ou curtir a fanpage antes de sair da página.

Facilidades

Se você está preocupado com questões como entrega, segurança e aparência, fique tranquilo: a Boxloja conta com inúmeras facilidades para sua loja virtual funcionar perfeitamente.

Na plataforma, você pode criar páginas institucionais. Elas são bem úteis para contar um pouco sobre a empresa e explicar como funcionam as trocas e devoluções.

Também há diferentes menus de navegação para organizar o acesso do jeito que você preferir, e opções para exibir suas informações de contato.

Em termos de aparência, é possível personalizar tudo de acordo com sua marca. Você pode configurar o estilo, cores, logotipo e vários detalhes que vão deixar seu site com a sua cara.

Além disso, a plataforma ainda oferece as seguintes funcionalidades:

  • Correios: integração automática com os Correios para envio de PAC e Sedex, nas modalidades com e sem contrato
  • Certificado SSL: integração com Let’s Encrypt para instalação grátis e automática de certificados de segurança
  • Modo manutenção: opção de deixar a loja temporariamente fechada para manutenções ou balanços
  • Entrega personalizada: você ainda pode criar seu próprio método de entrega, configurando diferentes faixas de CEP e peso de encomendas.

Produtos

Os produtos da loja virtual precisam ser organizados em categorias e conter uma série de informações para o cliente.

Para facilitar seu trabalho, a Boxloja permite ações em massa. Você pode selecionar vários de uma vez, e então distribuí-los rapidamente em categorias e subcategorias para uma usabilidade superior.

Há ainda a opção de campos personalizados. O cliente pode preencher detalhes específicos, e opções para especificação de cores, tamanhos, preço, estoque e código.

No caso de vestuário, as tabelas de medidas podem ser utilizadas para facilitar a compra da peça no tamanho certo.

Outra preocupação comum é o controle de estoque. A Boxloja oferece um controle automático para cada produto e cadastro dos clientes na fila de espera de itens esgotados.

Sobre disponibilidade, a loja informa o cliente quando restam poucas unidades no estoque, criando uma sensação de urgência.

Além de tudo isso, você ainda conta com a otimização para buscadores. Com este recurso, sua anúncios contam com espaços para cadastro de título, URL e meta descrição.

Vendas

No quesito vendas, a Boxloja oferece recursos como atualização automática da situação do pedido e histórico completo do cliente. Esse recurso é essencial para uma gestão eficiente da loja.

Você também pode imprimir facilmente pedidos e etiquetas com o endereço do cliente. Além disso, você terá sempre o código de rastreamento em mãos para informar sobre o status da encomenda.

Além disso, há opções de e-mails automáticos cada vez que o pedido muda de situação. Isso facilita bastante a comunicação e relacionamento com os clientes.

Se você quer acesso à base de clientes, a boa notícia é que a Boxloja facilita tudo para você. Você poderá gerenciar de forma completa o cadastro dos seus clientes e também os pedidos recebidos.

Relatórios

Todo empreendedor sabe o quanto é difícil manter o controle sobre o andamento do negócio. A Boxloja disponibiliza diversos relatórios que vão solucionar esse problema.

A plataforma oferece os seguintes relatórios gerados automaticamente:

  • Relatório de vendas: relatório completo com vendas, tíquete médio, custo total, frete, descontos, etc.
  • Maiores clientes: identifique quem são os clientes mais fiéis e que compram mais
  • Lista de aniversariantes: não perca a chance de parabenizar seus clientes no dia do aniversário
  • Produtos mais vendidos: saiba exatamente quais produtos mais venderam em cada período
  • Pedidos por cidade: monitore as regiões onde as vendas estão mais aquecidas
  • Atividades da loja: saiba todos os eventos que ocorreram em sua loja virtual
  • Produtos mais aguardados: descubra quais produtos devem voltar ao estoque o mais rápido possível
  • Pedidos por situação: acompanhe o andamento geral dos pedidos classificados por situação.
como criar loja virtual com a boxloja

Como criar loja virtual com a Boxloja

Com todas essas funcionalidades, só falta você saber como criar loja virtual com a Boxloja para começar agora mesmo.

Veja como é fácil seguindo nosso passo a passo:

1. Inicie seu teste de 15 dias grátis

Para começar a usar a Boxloja, é só preencher seu e-mail no site e seguir as instruções de validação. Após ativar sua conta, você já poderá começar a testar todos os recursos durante 15 dias grátuitamente.

Você deverá definir o nome da loja e o modo de funcionamento: loja tradicional, apenas catálogo ou catálogo sem preço. Em seguida é feita a escolha do segmento de produtos a serem vendidos (Ex.: moda e acessórios, cosméticos, artesanato, etc.).

2. Conheça o painel da Boxloja

Na próxima tela, você será apresentado(a) ao painel de controle da Boxloja, estruturado de modo fácil e intuitivo para navegação.

Do lado direito superior da tela, você encontra um ícone de notificações que trará todos os avisos da plataforma. Nesta área também estão as opções de configuração como domínio, formas de pagamento, formas de envio e aparência do site.

Também há um ícone exclusivo para os aplicativos, onde você encontra complementos para deixar sua loja mais atrativa. Você poderá habilitar recursos extras como promoções, cupons de descontos, banners e outros recursos.

No mesmo local, você tem acesso ao suporte técnico, com diversas opções para solicitar ajuda e fazer sugestões.

Por fim, o ícone Minha Conta mostra as informações do seu plano, faturas em aberto, dados cadastrais e outras opções.

Já do lado esquerdo, você tem os menus para administrar suas vendas, produtos e marketing, com todas as funções que você já conheceu.

Além disso, o painel de controle também exibe os principais indicadores de venda. As informações estão classificados em: total de vendas, total de pedidos e valor médio dos pedidos.

3. Configure uma forma de envio

Na configuração inicial da sua loja, você deverá começar pela forma de envio dos produtos.

Entre as opções estão o envio via Sedex, PAC e carta registrada, além de uma opção para retirada na loja.

4. Configure a forma de pagamento

Depois, você pode configurar a forma de pagamento, que determina quais opções os clientes terão para pagar suas compras.

Nas opções, há os intermediadores como PagSeguro, Paypal e Mercado Pago, além da opção de depósito bancário direto.

5. Cadastre categorias de produtos

Antes de começar a cadastrar seus produtos, você deve criar as categorias que vão servir para organizá-los na loja virtual.

Para isso, basta clicar em “Cadastrar nova categoria” para cada item a ser exibido no site.

6. Cadastre os produtos

Depois de cadastrar as categorias, você já pode começar a cadastrar seus produtos e informações de cada item.

Você pode cadastrar desde os produtos mais simples até aqueles que possuem diversas variações, escolhendo imagens, códigos e descrições únicas.

7. Cadastre suas redes sociais

Uma das melhores formas de divulgar sua loja é por meio das redes sociais. É estratégico permitir que os clientes consigam facilmente compartilhar seus anúncios em suas redes sociais.

Nessa etapa, você poderá adicionar todas as redes sociais em que seu negócio está presente, como Facebook, Instagram e Twitter.

8. Cadastre suas informações de contato

Nessa parte, você precisará fornecer as informações do responsável pela loja, conforme diretrizes do Decreto Federal 7962/13.

Você pode escolher entre pessoa física e jurídica, informando o respectivo endereço e telefones de contato.

Além disso, há espaço para uma breve introdução da loja no rodapé e um resumo para o formulário de contato.

Outras informações importantes são o horário de funcionamento, imagem da loja ou equipe e mapa do Google Maps.

9. Escolha o plano ideal

Por fim, você deverá escolher o plano ideal, que ofereça os recursos necessários para sua loja virtual.

Existem dois tipos de plano, como vimos anteriormente: o Plano Iniciante e Plano Avançado.

No Plano Iniciante, você tem tudo o que precisa para começar o negócio. Com limite generoso para cadastrar até 500 produtos, certificado SSL, meios de pagamento, promoções e frete grátis.

Já no Plano Avançado, há espaço para 5.000 produtos e todos os recursos são liberados. Sua loja virtual terá campanhas de marketing, programa de fidelidade, relatórios gerenciais e usuários ilimitados.

A página também mostra um comparativo completo entre os planos, para que você tenha certeza da melhor escolha.

Viu como é fácil?

Se você tinha dúvidas sobre como montar loja virtual, a Boxloja já vem pronta e integrada. O sistema possui todos os recursos que você precisa.

O resto só vai depender da sua gestão, qualidade dos produtos e potencial para prosperar no comércio eletrônico.

Com a Boxloja, não há mais limites para o alcance do seu negócio – somente a sua própria vontade de crescer.

Gostou das dicas e entendeu melhor como criar sua loja virtual do zero, com facilidade, custo baixo e suporte completo?

Faça um teste grátis e comece a vender em 15 minutos.

Deixe uma resposta

Envie este artigo para um amigo...

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest

Achamos que você vai se interessar também...

Consultoria grátis?

Receba semanalmente as dicas dos nossos experts em comércio eletrônico.

Prometemos nunca enviar SPAM.