Saiba como construir uma logística no e-commerce perfeita

Saiba como construir a logística perfeita para sua loja virtual

O e-commerce é uma excelente alternativa para quem quer ter uma renda extra; afinal, você poderá vender para diversos lugares, 7 dias por semana, 24 horas por dia. Vantagens que as lojas físicas não possibilitam.

Além disso, é muito mais econômico montar uma loja virtual, já que você não terá custo com ponto de venda, vitrine e vendedores. Porém, é necessário que você construa uma logística no e-commerce que seja primorosa. Para saber como conseguir isso, veja estas dicas que preparamos:

Faça uma boa previsão de demanda

É natural que em algumas épocas do ano você venda mais do que em outras, ou seja, em alguns meses a demanda é maior do que em outros. Para analisar como serão os pedidos de cada cenário ou período, é conveniente levar em consideração seu histórico de vendas. Dessa forma, você poderá perceber quais produtos vendem mais em determinadas datas do ano.

A partir disso, é viável se preparar melhor para atender à clientela. Por exemplo, se no Dia das Mães suas vendas aumentam cerca de 30%, você deverá organizar seu acervo a fim de atender tal ampliação de pedidos. Se o e-commerce não estiver preparado para atender a esse aumento na demanda, os itens poderão faltar na hora em que os clientes buscarem sua loja, e você poderá perdê-los — pois eles vão procurar aqueles artigos em outras lojas on-line.

Apesar de não ser 100% certa, fazer uma previsão de cenários é uma ferramenta útil e evita danos maiores. É importante ressaltar a necessidade de não estocar produtos muito acima das suas previsões, e também levar em consideração os produtos que mais vendem.

Crie uma política de troca e devolução

Todo e-commerce deve ter uma política de troca e devolução, pois haverá regras fixadas e de conhecimento dos clientes para aqueles casos, quando necessário. O motivo mais comum para a troca de um produto é cor diferente, o tamanho inadequado ou outra característica diversa da que o cliente pensou, como ocorre com roupas e sapatos. Mas também podem acontecer pelo envio do produto errado ou devido a defeitos.

É direito do consumidor de trocar esses produtos dentro do prazo estabelecido (7 dias), por isso o e-commerce precisa estar bem ajustado para cumprir trocas e devoluções. Para isso, elabore o texto de forma clara e objetiva, explicando exatamente como esse processo deve ser feito na sua loja.

Feito isso, disponibilize o texto em uma página em sua loja virtual para que os consumidores tenham acesso. Apesar de ser necessário ter aquela política, você pode trabalhar para tentar evitar que surjam problemas, fazendo uma boa descrição com fotos e vídeos de cada produto ou até fornecendo um guia para que seus clientes comprem tamanho e cores exatas.

Estruture uma logística reversa adequada

Além da política de troca e devolução, você também precisará analisar como será feita a logística reversa, ou seja, precisa definir como o consumidor enviará o produto de volta para a sua loja.

Um exemplo de logística reversa, no caso de trocas, é buscar o produto na casa dos clientes e prontamente levar o novo produto substituto. Ou pode-se buscar a mercadoria com o cliente e depois enviar uma nova. Verifique com sua transportadora quais possibilidades existem e como funcionam.

Outra forma de fazer a logística reversa é pedir para o cliente levar o produto até uma agência dos Correios para enviá-lo, por meio de um código postal indicado previamente para o cliente. Por ser direito do consumidor, lembre-se de que os custos com esse envio é do e-commerce.

Não esqueça que a forma como a logística reversa acontece precisa estar clara na sua política de troca e devolução.

Que tal colocar essas dicas em prática na sua própria loja virtual?

Tenha opções de entregas flexíveis

Você poderá ainda trabalhar com mais de uma transportadora, podendo assim encontrar o melhor custo-benefício — avaliando o preço e a qualidade dos serviços. Além disso, poderá também oferecer para os clientes mais de uma forma de entrega, e o comprador escolherá por qual transportadora quer receber o item adquirido.

Alguns e-commerces oferecem frete grátis para as compras feitas em dado período ou acima de um valor estipulado. O frete grátis pode ser um diferencial para seus negócios, mas neste caso você deverá arcar com as despesas para que o cliente receba o produto — e deve-se pesquisar bem a fim de entender como isso afetará seu negócio e seus preços.

Leve em consideração também o tempo de entrega. Muitas empresas cobram mais barato se o prazo de traslado for mais longo. Se essa for uma boa opção para você e para sua loja virtual, ofereça a seus clientes.

Existe ainda uma opção em que os clientes recebem o artigo no mesmo dia ou no dia seguinte. Porém, o custo dessa entrega rápida pode ser elevado, mas é um ótimo diferencial para driblar a concorrência, principalmente em épocas de grande demanda.

Trabalhe com prazos de entrega realistas

Seja qual for o método de entrega e a transportadora escolhida, o ideal é sempre trabalhar com prazos de entrega verdadeiros. Afinal, quando um cliente compra um produto em um e-commerce, ele espera que o seu produto chegue dentro do prazo estipulado.

Ao adquirir uma mercadoria pela internet, a pessoa fica na expectativa de logo recebê-la. As perspectivas aumentam quando o prazo final para a entrega se aproxima. Se esse prazo chegar ao final, e o item não for entregue como previsto, o cliente ficará decepcionado, e certamente sua empresa terá problemas com ele.

Por esse motivo, é essencial que você trabalhe com prazos realistas; ou seja, se a entrega só poderá ser feita em 15 dias, diga isso ao seu cliente antes que ele finalize sua compra. Dessa forma, ele saberá que o produto vai demorar a chegar à sua residência. Além disso, com um prazo razoavelmente longo indicado, você poderá surpreender o seu cliente fazendo a entrega antes do previsto.

Você conquistará o cliente por cumprir com o que promete. Mas na hora de dizer o prazo de entrega, leve em conta a transportadora que fará o serviço, a época em que a entrega será feita e também os possíveis riscos que possam atrasar o transporte.

Além de tomar todos esses cuidados a fim de construir uma perfeita logística no e-commerce, você precisa saber controlar como ela é feita.

Agora é sua vez! O que tem feito para planejar a logística de seu e-commerce? Deixe seu comentário.

Deixe uma resposta

Envie este artigo para um amigo...

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest

Achamos que você vai se interessar também...