6 dicas para reduzir o abandono de carrinho em sua loja virtual

6 dicas que vão te ajudar a reduzir o abandono de carrinho em sua loja virtual

Você sabia que a taxa média de abandono de carrinho de compras em lojas virtuais, aqui no Brasil, gira em torno de 83%? Isso significa que, de cada 10 compras que são efetuadas no varejo online, mais de oito não são concluídas.

As razões pelas quais os consumidores deixam de concluir suas compras são as mais diversas possíveis. Elas vão desde a falta de informações no carrinho de compras até uma simples distração, onde a janela do e-commerce é fechada e o cliente vai resolver um problema pessoal.

Diante de um número tão alto, cabe aos gestores de e-commerce buscarem soluções que aumentem suas vendas e diminuam essa taxa. Como fazer isso?

Confira agora seis dicas para reduzir o abandono de carrinho em sua loja virtual!

1. Facilite o processo de cadastro do seu cliente

Um dos fatos que pode levar o cliente de sua loja virtual a abandonar o carrinho de compras é o processo de cadastro. Quando é longo demais, dividido em muitas etapas e solicita uma série de informações que, para o consumidor, não são relevantes, ele tende a abandonar o carrinho. Essa área de check-out necessita de transparência.

O cadastro do cliente em sua loja online precisa ser simples e eficiente, solicitando somente as informações necessárias para a compra, como os dados do cartão ou conta que serão utilizados, nome completo, endereço para entrega, e-mail e telefone de contato. Esse não é o momento para realizar pesquisas de opinião ou solicitar outros dados, como nome e contato de familiares.

2. Apresente todas as informações com clareza

O carrinho de compras do e-commerce precisa apresentar todas as informações com o máximo de clareza possível, pois não existe espaço para dúvidas ou surpresas — como a existência de uma taxa extra a ser paga, por exemplo.

Quando o cliente chega ao carrinho de compras, ele precisa estar ciente da maioria ou totalidade das informações do que está adquirindo. Deixe todas as mensagens expostas de maneira clara, evitando que ele tenha dúvidas.

Apresente os preços dos produtos separadamente do valor do frete e, depois, mostre a soma de ambos. O prazo de entrega também deve ficar visível, para não frustrar as expectativas do consumidor.

3. Ofereça mais de uma opção de frete

Não é segredo para ninguém que vivemos em um país com dimensões continentais. O tamanho do Brasil é um desafio para os gestores de e-commerce, pois quem não tem centros de distribuição espalhados por todo o território nacional, para facilitar a entrega de seus produtos, precisa ter parceiros que consigam oferecer esse serviço por um preço justo — tanto para o consumidor quanto para o lojista virtual.

Dito isso, é ideal que você consiga trabalhar com mais de um parceiro para realizar as entregas de seu e-commerce. Imagine um consumidor que resida no interior do estado do Amapá. Ele pode ter necessidades com relação a produtos que não são supridas em sua cidade ou na capital de seu estado.

Se o produto tiver um valor mais baixo, e você oferecer somente um parceiro para realizar a entrega, a probabilidade desse consumidor ter de pagar mais pelo frete do que pelo produto em si será alta. Além de empresas particulares, os Correios são uma forma mais barata e eficaz de levar produtos para o interior do país. Tenha sempre mais de um parceiro nas entregas.

Que tal colocar essas dicas em prática na sua própria loja virtual?

4. Não limite as formas de pagamento

Quantas vezes você já foi a uma loja, café ou restaurante e deixou de consumir porque o estabelecimento só aceitava uma forma de pagamento? Se pudéssemos, utilizaríamos o cartão de crédito ou débito para tudo — até mesmo para pagar o ônibus ou metrô. Queremos facilidades, não restrições.

O mesmo acontece com a loja online. O consumidor não quer ficar em um ambiente que esteja limitando suas escolhas. Se a proposta da loja virtual é facilitar a vida do cliente, encare isso como um mantra e, literalmente, facilite o processo.

Entre os meios de pagamento possíveis, existem a carteira virtual, cartão de crédito, cartão de débito, transferência online e boleto bancário. Você não precisa ofertar todas as opções, porém pense que oferecer o máximo é algo mais próximo do ideal para quem compra na sua loja.

5. Proporcione alguns benefícios

Quando realizam uma compra, os consumidores são levados por alguns estímulos que resultam em impulsos. Frete grátis somente nesse final de semana? O consumidor aproveita para realizar sua compra e ter a certeza de que fez uma economia. Cupom de desconto na próxima compra? Ele efetua o pagamento tendo a certeza de que ganhou algo para a próxima vez que voltar ao seu site para realizar uma nova aquisição.

Os benefícios para os consumidores no e-commerce servem de estímulo para garantir a compra com sucesso dos itens que estão à venda. Além do frete grátis e do cupom de desconto, é possível oferecer brindes, descontos progressivos, compre e ganhe e outros mais.

Apenas tenha a ciência de que os benefícios precisam ter limites, tanto relacionados aos valores quanto aos prazos. Caso eles sejam frequentes demais em seu e-commerce ou não respeitem o prazo que você estipulou, o consumidor passa a encarar isso como algo que não é sério.

6. Utilize o e-mail marketing para reconquistar o cliente

Se mesmo diante todas as técnicas descritas acima o consumidor acabar abandonando o carrinho de compras, não se dê por vencido. Você ainda tem chances de fazer com que ele volte atrás em sua decisão e conclua a compra. Para colocar isso em prática, você pode usar o e-mail marketing.

Esse instrumento pode e deve ser utilizado de diversas maneiras, não somente para anunciar ofertas e divulgar promoções, ou lançar uma linha de produtos. Algumas ferramentas de remarketing permitem o disparo de um e-mail para os clientes que abandonam o carrinho — independentemente do motivo —, convidando-os a concluir a compra que estava sendo feita.

Para que a sedução seja mais forte, você pode incluir um cupom de desconto ou um frete gratuito para a próxima compra.

Essas foram as nossas dicas para que você consiga reduzir a taxa de abandono do carrinho de compras do seu e-commerce. Adote uma postura criativa e faça com que seus clientes concluam suas compras com sucesso.

Gostou das nossas dicas? Deixe seu comentário logo abaixo e dê a sua opinião sobre o tema!

Deixe uma resposta

Envie este artigo para um amigo...

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest

Achamos que você vai se interessar também...