É difícil fazer a migração da plataforma de e-commerce?

Trocar de plataforma pra e-commerce é o desejo de muitos empreendedores, mas eles continuam adiando essa decisão por medo da dificuldade em realizar o processo de migração. Apesar de ser um procedimento que demanda um pouco de tempo, não se trata de algo complicado, e pode ser resolvido sem maiores problemas.

Será que é, realmente, a melhor decisão continuar com uma plataforma pra e-commerce que não supre todas as suas necessidades apenas pelo receio de fazer a migração dos dados? Talvez, a melhor decisão seja agir o quanto antes para otimizar o seu e-commerce e oferecer uma experiência mais satisfatória para os consumidores, não é?

Neste artigo, veremos como funciona a migração de plataforma pra e-commerce. Confira.

Por que migrar de plataforma?

Os motivos que levam os empreendedores a fazerem a migração de plataforma pra e-commerce são variados, mas geralmente estão associados à insatisfação com a plataforma utilizada atualmente. Dentre as razões mais comuns para tomar essa decisão, podemos destacar:

  • Instabilidade da plataforma, com problemas para o acesso do público com frequência
  • Funcionalidades oferecidas limitadas, não conseguindo suprir todas as necessidades do e-commerce
  • Plataforma desatualizada em relação às novidades do mercado de e-commerce
  • Ausência de opções de integração com ferramentas externas que são importantes para a loja virtual
  • Dificuldade no acesso e utilização da plataforma
  • Falta de um suporte eficiente para solucionar os problemas
  • Baixo desempenho de vendas do e-commerce em decorrência da má qualidade da loja virtual

Como fazer a migração da plataforma pra e-commerce?

Com o planejamento adequado, é possível realizar a migração da plataforma pra e-commerce sem maiores problemas. Listamos alguns aspectos que merecem a sua atenção para que o processo seja um sucesso e você evite o surgimento de imprevistos.

Cheque o seu domínio

Antes de fazer a migração de plataforma pra e-commerce, faça uma conferência para checar se o seu domínio está em ordem. É preciso ter acesso aos dados do seu domínio para que a migração possa ser feita.

Mantenha as URLs

Uma das maiores preocupações no momento de migrar de plataforma pra e-commerce deve ser com a navegação dos seus visitantes. Os usuários não podem encontrar dificuldades para continuar acessando o seu e-commerce durante o processo de migração – caso contrário, os resultados de vendas podem sofrer um impacto negativo.

É por isso que a nova plataforma deve garantir que as URLs antigas sejam direcionadas para a nova – que é feito a partir de um serviço chamado Redirect URL. Será preciso duas atitudes básicas:

  1. Mapear as URLs antigas e as que foram alteradas para informar as mudanças ao Google
  2. Assegurar que a plataforma conduza automaticamente o visitante para o novo endereço

Faça a migração dos dados

A migração dos dados é uma etapa fundamental no processo de mudança da plataforma pra e-commerce. Entre os principais dados que devem ser importados estão aqueles relacionados aos produtos, estoque, clientes e pedidos de compra.

Além de garantir a migração dos dados para que não surja nenhum problema, também é preciso que a nova plataforma mantenha a compatibilidade de estrutura de atendimento que você já possui. Mais uma vez, o objetivo é não interferir na navegação dos seus visitantes para evitar que as vendas sejam prejudicadas.

Cheque as funcionalidades da nova plataforma

Imagine que você faça a migração para uma nova plataforma, e apenas 6 meses depois ela não suporte mais o número de acessos por conta do crescimento do volume de visitantes. Seria um grande transtorno migrar novamente de plataforma em tão pouco tempo, não é?

Que tal colocar essas dicas em prática na sua própria loja virtual?

Ao criar sua loja, você declara aceitar nossos termos de uso e políticas de privacidade.

Por esse motivo, é essencial assegurar que a plataforma escolhida é capaz de acompanhar o desenvolvimento da sua empresa e que possui as funcionalidades para suprir as suas necessidades. Afinal, o objetivo na troca da plataforma pra e-commerce deve ser a melhoria da experiência para o visitante, certo?

Entre as funcionalidades que você pode encontrar em uma plataforma pra e-commerce estão: gestão de pedidos automatizada, ferramentas de marketing para aumentar as chances de conversão, gestão dos produtos, diversidade nas formas de pagamento, integração com os correios, estatísticas sobre as vendas, entre outras.

Adapte as formas de pagamento

Verifique quais são as formas de pagamento disponibilizadas pela nova plataforma – checando se todos os meios utilizados atualmente ainda continuam disponíveis. Além disso, você também pode configurar outros métodos de pagamento permitidos pela plataforma.

Dê uma atenção ao SEO

Tenha muito cuidado em relação ao trabalho de SEO das suas páginas. Todo o ranqueamento conquistado pelo seu site pode ir por água abaixo no momento da migração da plataforma se não forem tomados os cuidados necessários.

O grande problema envolvido nisso é relacionado ao funcionamento dos motores de busca. As suas páginas precisaram ser rastreadas e indexadas para conquistar posições nos resultados, certo? Ao migrar de plataforma, é fundamental se certificar de que os bots identificarão que se trata da mesma página – mantendo o status de ranqueamento atual.

Estabeleça uma comunicação com a nova plataforma

Você pode tirar todas as suas dúvidas e evitar grande parte dos problemas que poderia acontecer no processo de migração com uma boa comunicação com a nova plataforma. Certamente, eles podem oferecer o suporte necessário para que você fique tranquilo e passe por esse processo sem complicações.

Evite os principais erros

Para que você possa evitar erros no momento de fazer a migração da plataforma, nós listamos alguns dos principais, que merecem a sua atenção:

  • Escolher uma plataforma que não consegue suprir as suas necessidades;
  • Mudar drasticamente o layout do site;
  • Ignorar as questões relacionadas ao SEO;
  • Não avisar aos clientes sobre possíveis dificuldades no acesso durante a migração;
  • Deixar de treinar a sua equipe com as funcionalidades da nova plataforma;
  • Não fazer um backup das informações;
  • Não testar a nova plataforma antes de colocá-la no ar.

Você gostou das informações sobre a migração de plataforma pra e-commerce? Já considerou mudar a plataforma que você utiliza atualmente? A BoxLoja reúne as melhores funcionalidades para a sua loja virtual e pode lhe ajudar a aumentar os seus resultados em vendas. 

Receba mais conteúdos como esse gratuitamente!

Nós já ajudamos centenas de lojistas a terem sucesso online e prometemos te enviar somente dicas interessantes para fazer seu negócio online decolar.

Invalid email address

Deixe uma resposta