como calcular o lucro das minhas vendas online

Como calcular lucro de vendas: manual das lojas virtuais

Se você quer saber como calcular lucro de vendas na sua loja virtual, chegou ao guia certo.

A conta parece simples: é só subtrair o custo do produto do preço de venda, certo?

Na verdade, é um pouco mais complexo do que isso, pois você tem uma série de custos, despesas, impostos e taxas para considerar nesse cálculo.

Se você não fizer a análise nos mínimos detalhes, corre o risco de não saber se está tendo lucro ou prejuízo.

Por isso, preparamos este manual com tudo o que você precisa saber para acertar nas contas e ter uma visão real do seu negócio.

Depois da leitura, você terá um diagnóstico preciso da sua saúde financeira — e poderá planejar seu crescimento. 

Vamos lá?

O que é o lucro na venda

Todo empreendedor precisa saber como calcular lucro de vendas, pois esse é o objetivo central de qualquer negócio.

Para começar, você sabe exatamente o que é lucro?

Se você pensou no dinheiro que você ganha em cada transação da sua loja, está correto.

A definição mais próxima seria “a diferença entre o faturamento obtido com as vendas de um produto ou serviço e os custos de execução do trabalho”. 

Mas não é tão simples assim, pois quando falamos em lucro, temos que considerar dois tipos: o lucro bruto e o lucro líquido

O lucro bruto é o valor que você recebe pela venda depois de retirar os custos operacionais relativos ao produto, ou seja, aqueles gastos essenciais da produção (custo da matéria-prima e mão de obra ou preço do fornecedor, por exemplo).

Já o lucro líquido representa o valor final, que realmente vai para o seu bolso, pois já são deduzidos todos os custos, taxas, impostos e despesas da empresa. 

Afinal, existem vários gastos para a manutenção de uma loja virtual, como aluguel de espaço para estoque, mensalidade da plataforma, investimentos em marketing, salários, despesas de energia elétrica, etc. 

Então, você só pode considerar lucro o que sobrar depois de todos esses custos e despesas — ou nunca saberá se o seu negócio está sendo realmente lucrativo. 

Importância de calcular lucro de vendas

Você pode ter um faturamento altíssimo em um determinado mês, mas isso não significa, necessariamente, um resultado positivo.

Isso porque você só entende se está no vermelho ou azul depois de deduzir todos os custos e chegar ao lucro líquido do e-commerce

Ou seja: aprender como calcular o lucro de vendas é fundamental para saber quanto você está ganhando e como anda a saúde financeira do seu negócio. 

É a regra mais básica das finanças: para sair na vantagem, é preciso gastar menos do que se ganha. 

Para isso, é claro, você precisa manter um controle rigoroso das suas finanças, monitorando todas as entradas e saídas do caixa, contas a pagar e a receber, situação do capital de giro, entre outros aspectos essenciais.

Além disso, é fundamental fazer sua contabilidade de custos sem deixar nem um centavo de fora, para entender quanto você gasta para manter a empresa e calcular a margem de lucro ideal.

Tudo isso para garantir sua sobrevivência e não entrar para as estatísticas de mortalidade empresarial no Brasil.

Segundo a pesquisa Causa Mortis: O sucesso e o fracasso das empresas nos primeiros 5 anos de vida, realizada em 2014 pelo Sebrae, a falta de planejamento financeiro está por trás da maioria das falências de novos negócios no Brasil.

O estudo mostra que 50% dos empreendedores que fecharam as portas não determinaram o valor do lucro pretendido, enquanto 42% não calcularam o nível de vendas necessário para cobrir custos e gerar o lucro desejado.

Ou seja: deixar de calcular o lucro e suas projeções são falhas que podem custar a sobrevivência do seu negócio. 

Para acompanhar de perto suas finanças, você terá que utilizar os chamados KPIs (Key Performance Indicators ou Indicadores-Chave de Desempenho), que são métricas utilizadas como referência para o progresso e sucesso da empresa.

No campo financeiro, o principal indicador de lucratividade é a margem de lucro — nossa próxima lição. 

Como calcular margem de lucro sobre venda

Para ter sucesso no comércio online, você precisa entender como calcular a margem de lucro sobre  a venda. 

Esse indicador representa o valor em porcentagem que será adicionado aos custos totais dos seus produtos, ou seja, o quanto você precisa acrescentar ao preço final para obter lucro.

Logo, a margem de lucro está diretamente ligada à formação de preços da sua loja virtual. 

Basicamente, ela é composta por três pilares:

  1. Custo: valor investido para produzir ou adquirir o produto que está sendo vendido, incluindo matéria-prima, mão de obra, equipe, frete, equipamentos, comissões, etc. 
  2. Preço de venda: é o preço final do produto, já acrescido dos custos e calculado conforme a aceitação do público, área de atuação e média da concorrência
  3. Lucro: é o percentual final que a empresa recebe sobre a venda do produto.

Então, vamos calcular sua margem de lucro atual?

Para isso, você precisa dividir o lucro pela receita total e multiplicar o resultado por 100.

Por exemplo, vamos supor que sua loja tenha fechado o mês com uma receita total de R$ 20 mil e custos (fixos e variáveis) de R$ 14 mil.

Nesse caso, o lucro total é de R$ 6 mil, e a margem de lucro será dada pela fórmula:

R$ 6.000,00 / R$ 20.000,00 = 0,3 x 100 = 30%

Logo, a margem de lucro da empresa foi de 30% no período, o que seria um resultado positivo no setor de negócios digitais (considerando que um bom valor é a partir de 20%).

A partir desse cálculo, você pode repensar sua margem de lucro e traçar metas para aumentá-la, de acordo com o desempenho da empresa e situação do mercado.

O importante é saber que o crescimento da sua loja depende da margem de lucro.

Por isso, não basta precificar com base na concorrência ou somente para cobrir custos: você também precisa levar em conta seus objetivos em longo prazo.

Como calcular o lucro das vendas da loja virtual

Para não deixar dúvidas de como calcular o lucro das vendas da loja virtual, vamos explicar em detalhes. 

Acompanhe o passo a passo para não errar na conta.

1. Comece pelo faturamento

O primeiro dado que você precisa para calcular o lucro é, naturalmente, o faturamento.

Trata-se da soma das vendas de todos os produtos em um determinado período, ou seja, todo o dinheiro que entrou no caixa da empresa a partir de suas operações comerciais.

Que tal colocar essas dicas em prática na sua própria loja virtual?

No caso, existem dois tipos de indicadores: o faturamento bruto e o líquido.

O bruto é o simplesmente a multiplicação das unidades vendidas pelo preço, sem deduzir nada.

Então, se a sua loja virtual vendeu 1.500 produtos com preço unitário de R$ 25,00 no mês, seu faturamento bruto foi de R$ 37.500,00. 

Mas, não podemos nos esquecer dos impostos e deduções sobre as vendas (vendas canceladas e produtos devolvidos, por exemplo).

Por isso, a fórmula do faturamento líquido é mais completa:

Faturamento líquido = faturamento bruto – impostos – deduções das vendas

Logo, supondo que você pague 17% de imposto sobre a venda e tenha deduções de R$ 2.400,00, a conta fica assim:

Faturamento líquido = R$ 37.500,00 – R$ 6.375,00 – 2.400,00 

O resultado final é R$ 23.725,00 de faturamento líquido. 

Ou seja: se você considerasse o valor bruto para os cálculos, já estaria trabalhando com um valor irreal. 

2. Levante os custos

Esse é, provavelmente, o passo mais trabalhoso — e mais importante — para conseguir calcular seus lucros com precisão

Afinal, você só pode saber quanto está ganhando de fato se deduzir todos os custos da loja, desde a logística de entrega até o combustível que você usou para visitar um fornecedor.

Basicamente, você precisa calcular três tipos de custos: 

Custo de fabricação ou aquisição

O custo de fabricação ou aquisição é o valor que você gasta para adquirir seus produtos do fornecedor ou produzi-los você mesmo, dependendo do seu modelo de negócio.

Esses gastos podem envolver insumos, matéria-prima, mão de obra, locação de equipamentos, impostos e preço de aquisição do fornecedor, por exemplo. 

Outros custos que devem ser embutidos são possíveis gastos com fretes de matérias-primas, embalagem, brindes e quaisquer valores relacionados diretamente à obtenção dos seus produtos ou serviços. 

Custos variáveis

Os custos variáveis são aqueles que mudam todos os meses, pois estão atrelados ao volume de produção, vendas e outros fatores.

Na loja online, essas despesas são impostos, comissões de intermediários de pagamento, fretes, comissões pagas a marketplaces e plataformas, etc.

Além disso, é preciso colocar na conta as taxas de cartão de crédito/débito, boletos e antecipação de recebíveis cobradas pelas administradoras. 

Outro gasto que deve ser contabilizado é o investimento em marketing, seja no impulsionamento de posts em redes sociais, links patrocinados ou demais campanhas de marketing digital. 

Custos fixos

Os custos fixos, como você deve imaginar, são aqueles que permanecem sempre os mesmos na sua loja virtual.

É o caso da mensalidade fixa da plataforma, aluguel de espaço para armazenamento e escritório (se tiver), folha de pagamento de colaboradores, contas de consumo dos espaços, etc.

No caso dos negócios online, também há custos fixos como ferramentas de marketing, CRM e gestão financeira, por exemplo. 

Além disso, vale colocar o domínio e hospedagem, se necessário. 

3. Calcule o lucro bruto

A partir do faturamento, você já consegue calcular o lucro bruto, que é dado pela seguinte fórmula:

Lucro Bruto = Receitas Totais – (Custo do produto + Custos/Despesas Variáveis)

Ou seja: o resultado bruto deduz apenas aqueles custos diretamente relacionados ao produto que vimos acima. 

Para exemplificar, vamos usar aquele faturamento bruto de R$ 37.500,00 e imaginar que você tenha contabilizado os seguintes custos variáveis:

  • Impostos totais: 17% ou R$ 6.375,00
  • Comissão do meio de pagamento: 5% ou R$ 1.875,00
  • Custeio de frete grátis: R$ 2.000,00
  • Preço dos produtos pago ao fornecedor: R$ 10.000,00

Com o total de custos variáveis de R$ 20.250,00, temos:

R$ 37.500,00 – R$ 20.250,00 = R$ 17,250 de lucro bruto.

Lembrando que esse ainda não é o seu lucro líquido, pois faltam outros custos para subtrair desse total.

4. Calcule o lucro líquido

Finalmente, você está pronto para calcular seu lucro líquido a partir da fórmula:

Lucro líquido = Receita Total – Custos Totais (Custo do produto + variáveis + fixos)

Logo, vamos supor que você tenha contabilizado mais estes custos e despesas fixos:

  • Mensalidade da plataforma: R$ 50,00
  • Aluguel do espaço de estoque: R$ 1.500,00
  • Pagamento do funcionário: R$ 2.000,00
  • Contas de consumo: R$ 300,00
  • Serviços do Contador: R$ 250,00

Então você tem um total de R$ 4.100,00 de custos fixos e mais R$ 20.250,00 de custos variáveis, levando ao cálculo final:

R$ 37.500,00 – R$ 24.350 = R$ 13.150,00 de lucro líquido.

Agora sim, você sabe que R$ 13.150,00 é seu retorno sobre o investimento na empresa — seu lucro oficial — , com todos os custos e despesas deduzidos.

Comece a lucrar com as vendas da sua loja

Entendeu a importância de aprender como calcular lucro de vendas na sua loja virtual?

No fim das contas, o processo é simples, mas é preciso prestar atenção aos detalhes para manter uma gestão financeira eficiente.

Se você quer manter o controle das suas finanças e ter certeza sobre a lucratividade do seu negócio, o melhor é optar por uma plataforma com as ferramentas certas.

Na Boxloja, por exemplo, você pode gerar relatórios completos das suas vendas automaticamente, com discriminação de ticket médio, custo total, frete e descontos.

Além disso, você consegue manter um controle eficaz do estoque e tem acesso a ferramentas exclusivas de marketing, gerenciamento de pedidos e gestão de clientes.

Assim, é muito mais fácil garantir seus lucros e decolar sua loja virtual — sempre de olho na saúde financeira. 

Teste agora a Boxloja e comece a lucrar em 15 minutos.

5 respostas

  1. Nossa muito interessante esta explicação, seria bom mas exemplos de como colocar os valor na peça, mas valeu me ajudou bastante obrigada!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Envie este artigo para um amigo...

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest

Achamos que você vai se interessar também...