Como montar loja virtual de games? Separamos 6 dicas para você

Se você clicou neste artigo é porque está em dúvida sobre como montar uma loja virtual de games, certo? Vamos explorar um pouco mais esse assunto para diminuir as suas dúvidas.

Atualmente, vemos uma crescente busca por jogos, sejam em mídias físicas, games online ou mídias digitais. A grande questão é que o mercado de jogos está crescendo ao redor do mundo e no Brasil acontece exatamente o mesmo movimento.

Por esse motivo, investir em uma loja de games pode ser uma escolha assertiva e trazer bons resultados futuros. Vale lembrar que tudo depende de planejamento e estudos!

Mesmo assim, o mundo dos games é um universo complexo e, para quem tem pouca experiência, o volume de informações e pré-requisitos pode ser muito elevado. Nem sempre é fácil acompanhar todas as necessidades do mercado e ainda garantir o sucesso da loja.

Pensando nisso, separamos 6 dicas para que você possa montar sua loja virtual de games já entendendo do assunto. Confira!

1. Mantenha-se informado sobre as novas tecnologias

O que todo cliente espera é que o vendedor esteja apto a responder dúvidas sobre seus produtos. Essa demanda obriga o empreendedor a sempre estar informado e conhecer os detalhes mais relevantes de cada item de sua loja.

No caso de uma loja de games, existe um fator a mais. Saber sobre os games não é suficiente para responder aos questionamentos da clientela. Para de fato fornecer um serviço de qualidade, vendedores de jogos precisam entender dos jogos e de suas respectivas plataformas.

É comum que compradores perguntam se o jogo “roda no Windows 10”, ou “quanto de HD do Ps3 ele usa para instalar”. Essas perguntas técnicas são as mais frequentes e elas pesam na hora da compra.

2. Acompanhe os lançamentos e forneça-os

Existem inúmeros portais que tratam especificamente de games. Basta uma rolada de mouse nesses sites para ver a quantidade de jogos que são lançados semanalmente. Além de jogos, existem também as DLCs (conteúdos adicionais, normalmente pagos, para jogos), expansões, etc.

Por esse motivo, e pela busca constante dos usuários por novos jogos, o mercado de games não funciona no passado. Para uma loja conseguir atrair clientes e manter o número de vendas ascendente é necessário manter os jogos antigos em estoque ao mesmo tempo em que oferta os lançamentos.

A palavra “lançamento” deve ser respeitada. Assim que um jogo é lançado, o volume de buscas por ele tende a aumentar e gradativamente diminuir. Isso significa que quando um novo game é lançado ele precisa estar disponível para a compra, ou a loja perderá possíveis clientes.

3. Saiba como importar

O mercado brasileiro ainda não é atrativo para várias empresas, fazendo com que o acesso às mercadorias tenha que ser feita com fornecedores de outros países. Esse processo inicialmente pode ser trabalhoso, afinal de contas envolve uma grande burocracia.

Outro problema relacionado à importação é que as taxas e prazos podem não ser favoráveis. Dessa forma, é muito importante estudar o mercado bem e analisar todas as possibilidades antes de importar jogos desesperadamente.

Que tal colocar essas dicas em prática na sua própria loja virtual?

A importação atualmente é a única solução, uma vez que a maioria dos games são vendidos apenas fora do Brasil (principalmente nos Estados Unidos e na Coreia). Mas sempre existem soluções criativas, como negociar com produtoras de jogos para ter acesso a melhores preços e prazos por exemplo.

4. Pesquise o mercado

Ficar por dentro das novidades que existem nos mundos de games e consoles é só metade do trabalho para abrir uma loja virtual. A outra parte que exigirá pesquisa é a observação do mercado.

Nessa hora, é importante lembrar que, ao montar uma loja virtual de games, competiremos com grandes varejistas como Submarino e Amazon. As chances de oferecer um preço mais em conta que essas duas concorrentes é muito baixo. Então, como competir?

Na realidade, elas não oferecem todos os jogos desejados. Apenas apostam em games que tem grande número de vendas ou que são lançamentos. Logo, gamers que procuram jogos específicos (e pouco populares) muitas vezes precisam buscar fervorosamente para encontrar o que buscam. Talvez seja nesse ponto que está o segredo de uma nova loja.

5. Escolha o seu público

Qual vai ser o seu público? É bom pensar nisso antes de criar a loja. Cada público requer um cuidado especial. Por exemplo, pessoas com pouca experiência com games precisam de informações mais detalhadas sobre os produtos. Já jogadores mais antigos preferem ter as informações técnicas.

Esse foi apenas um exemplo, existem vários outros. Cada público opta por um tipo de jogo específico, um tipo de console, gosta de ser tratado de uma forma, consome jogos apenas de valor “x”, etc.

Por isso, a primeira coisa a se fazer, após estudar todo o mercado, é escolher muito bem o público que acessará a loja. Todas as ações de publicidade, as compras de jogos e até adição de novos itens ao estoque dependem dos usuários.

6. Saiba quais franquias oferecer completas

As empresas produzem games pensando em manter os lançamentos ao longo do tempo, fazendo franquias. Os jogos que têm bom índice de vendas continuam, os que têm prejuízo encerram a produção.

Para o vendedor, mais importante que saber a origem das franquias, é necessário saber qual franquia precisa estar completa em sua loja virtual e qual franquia vale a pena ter apenas o último game lançado. Uma forma de saber essa informação é pesquisando sobre os jogos e lendo as sessões de comentários, normalmente as pessoas citam os jogos anteriores ao falar do atual.

Também existe diferença entre franquias que têm uma sequência e franquias que apenas lançam jogos mais atualizados. Essa diferença existe na saga Assasin’s Creed (que um jogo depende do outro) para a franquia do Fifa (que as pessoas tendem a comprar apenas o mais novo).

O mundo dos jogos é vasto, ofertando games em mídia física, em mídia virtual, expansões, acessórios para consoles, adereços, DLCs, entre outras coisas. Essas são apenas algumas dicas para facilitar o seu negócio, mas sempre vale a pena ter criatividade para empreender.

Agora que você já sabe como montar uma loja virtual de games, que tal pôr a mão na massa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Envie este artigo para um amigo...

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest

Achamos que você vai se interessar também...