Sua loja virtual utiliza o potencial das redes sociais para vender online?

A internet trouxe, entre outras coisas, o benefício da interação em tempo real entre pessoas, apesar da distância. Essa possibilidade foi condensada com itens atrativos e hoje temos as “redes sociais”, cada qual explorando uma, ou mais, possibilidades do cyberespaço. Aproveitando-se do novo cenário virtual, inúmeras empresas já aderiram a essas redes, e não à toa. Usuários de uma marca tendem a se sentir mais próximos quando ela é acessível e está presente no seu dia a dia — papel que as redes sociais cumprem muito bem, ainda mais com o uso de dispositivos móveis.

Mais do que uma tendência

De acordo com pesquisas realizadas pelo site “The Horse Head”, o Facebook tem cerca de 1,28 bilhão de usuários ativos; o Google+, cerca de 540 milhões; o Twitter, 255 milhões; o Instagram, 200 milhões; o LinkedIn, 180 milhões; e o Pinterest, 40 milhões. Isso significa que não dá para ignorar o poder das redes; é bem provável que, se uma pessoa não foi impactada diretamente por uma noticia postada nas redes sociais, ela o será por algum usuário. Mais do que isso, cada rede social tem um público-alvo que começa a se delinear com o tempo. É estimado, por exemplo, que 77% dos usuários do Pinterest são do sexo feminino. Uma excelente oportunidade para quem vende produtos que possuem maior aderência desse público.

Essas estáticas são o retrato de algo muito claro: as redes sociais não são uma mera tendência; os formatos mudam e as funcionalidades também. Entretanto, algo é inquestionável: elas vieram para ficar!

Uma parceria de sucesso: seu negócio e as redes sociais

Existem inúmeros benefícios para aqueles que desejam uma integração com as redes sociais. Uma loja virtual pode até triplicar o seu alcance, tendo em mente alguns cuidados como: periodicidade nas publicações, estar em mais de uma rede social, publicar conteúdo específico para cada uma delas, incentivar o diálogo, assumir eventuais erros e responder de forma satisfatória a usuários insatisfeitos, por exemplo. E o ideal, para que esse trabalho seja bem feito, é contratar um profissional específico para esta área. Veja as vantagens:

Atingir um número maior de pessoas

As redes sociais são um ambiente propício para novas campanhas. Para termos uma ideia do seu potencial, em 2014, o “ice bucket challenge”, desafio no qual o participante joga um balde com água e gelo sobre si mesmo para promover a conscientização sobre a doença esclerose lateral amiotrófica, alcançou gradativamente milhares de adeptos em todo o mundo, que compartilharam a sua postagem realizando o desafio. O assunto, segundo a retrospectiva do Facebook de 2014, foi um dos mais comentados do ano, e viralizou graças às redes sociais. Pensar que campanhas bem feitas podem alcançar tamanha repercussão nas redes é um dos motivos que leva empresas a tornarem-se mais presentes.

Conhecer a opinião dos consumidores

Às vezes, existe algum detalhe que poderia acrescentar muito à experiência do usuário e deixamos escapar; as redes sociais expressam isso de forma muito clara. É possível ouvir de forma direta sobre o que deve ser melhorado e entender quem está sendo impactado pelo seu produto ou serviço. Entretanto, as opiniões devem ser estudadas com muito cuidado, pois muitas vezes revelam apenas um aspecto do problema, e não ele em sua totalidade. Para isso, ferramentas de estatísticas online podem ser um bom indicativo.

Que tal colocar essas dicas em prática na sua própria loja virtual?

Interagir com o seu público

Todo mundo tem em seu imaginário marcas e empresas como algo distante. Em muitos casos, só recorremos a elas depois de termos comprado um determinado produto e este apresentar defeito. Mas essa relação vem mudando aos poucos. O contato com o público nas redes sociais humaniza esse vínculo, e ainda atrai futuros compradores através de promoções, eventos e campanhas. É uma excelente oportunidade de tornar-se mais próximo dos clientes (e potenciais clientes), mesmo em ambiente virtual.

Não pense nos erros: esteja nas redes!

Algo bem notório são os erros cometidos por empresas em ambientes virtuais. Ouvimos de longe o relato de postagens que foram entendidas como sexistas ou preconceituosas (como o caso em que toda a linha de eletrodomésticos de determinada marca entrou em promoção no dia das mães), de discussões entre empresas e clientes pelo canal de comentários, entre outras tantas coisas que podem “manchar” uma marca.

Esses dados não são uma forma de desestimular a aderência às redes sociais, pelo contrário!

Devemos pensar muito bem no conteúdo publicado e se retratar ou pedir desculpas quando erros são cometidos. Se você pesquisar no Google, verá que a maioria das grandes empresas já cometeu gafes e se retratou. Além do mais, em ambiente online tudo tende a ser superestimado. Os erros são parte do processo — embora devam ser evitados.

E os ganhos são grandes demais para perdermos tempo. O brasileiro passa em média cinco horas diárias na internet, segundo a Pesquisa Brasileira de Mídia, do Governo Federal, e parte desse tempo é dedicado à interação social.

Cadastre a sua loja virtual nas redes sociais e note como o público a recebe. Essa simples ação já foi responsável por excelentes cases de sucesso!

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Envie este artigo para um amigo...

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest

Achamos que você vai se interessar também...